Paulina Chiziane ganha o premio carreira

Paulina Chiziane ganha o premio carreira

A ESCRITORA moçambicana Paulina Chiziane foi distinguida, ontem, com o Prémio Carreira na gala de premiação das Indústrias Culturais e Criativas. O evento teve lugar no Centro Internacional de Conferências Joaquim Chissano, em Maputo, e contou com a participação de diversas figuras, com destaque para o Primeiro-ministro, Adriano Maleane, que fez o anúncio do Prémio Carreira a Paulina Chiziane, e para a Ministra da Cultura e Turismo, Eldevina Materula.Paulina Chiziane, também vencedora do Prémio Camões2021, o galardão mais importante da língua portuguesa, não esteve presente na sala onde decorria o evento e foi representada pelo secretário-geral da Associação dos Escritores Moçambicanos (AEMO), Carlos Paradona.Numa grande noite PRIMEIRA EDIÇÃO DO PREICC Paulina Chiziane ganha Prémio Carreira Foto família da gala de premiação para as letras moçambicanas, Dany Wambire recebeu o prémio na categoria de literatura pelo trabalho por si desenvolvido, através da editora Fundza, da Beira. Carene e Lúcio são os vencedores na área do teatro.

Mélio Tinga, que é também escritor, ganhou a categoria de Design, enquanto a banda Marove ficou com o Prémio Revelação.

O estilista Nivaldo Therry ganhou na área da moda, Manuel Bata, nas artes plásticas, e Jimmy Dludlu, na música. Por outro lado, a produtora Malha Filmes ficou com o prémio de cinema e o projeto Dançar-te, a bailarina e coreógrafa Maria Helena Pinto foi premiada na categoria de dança. Segundo o Primeiro-ministro, Adriano Maleane, este prémio representa o esforço do Governo na valorização e promoção das indústrias culturais e criativas e dos seus fazedores.

 “Os prémios devem servir de estímulo para elevar a qualidade dos bens culturais”, disse. Já a Ministra da Cultura e Turismo, Eldevina Mate rula, prometeu que nas próximas edições mais manifestações serão abraçadas. Todos os vencedores levaram para casa um troféu e um valor monetário de 120 mil meticais.