Iniciativas promover artistas plásticos

Iniciativas promover artistas plásticos
Jornal Noticias

A POIAR artistas nacionais e promover intercâmbio cultural internacional é o objetivo do projeto Vernissage Unity Pro, recentemente lançado pela ETC World Art, um grupo dedicado à divulgação da arte moçambicana.

O plano é imponderar artistas com dificuldades de financiamento e promover as suas obras no exterior, assim como a troca de experiências com conceituados fazedores de artes. Segundo o diretor do VERNISSAGE UNITY ETC World Art, Thani Cabir, a iniciativa, numa primeira fase, vai trabalhar com artes plásticas, porém projeta envolver outras manifestações a curto prazo.

“Atualmente estamos a trabalhar com quadros feitos a partir de material reciclado, os mesmos serão publicados na Itália e nos Estados Unidos da América entre 13 e 18 deste mês”, afirmou.

O artista escolhido para representar Moçambique a nível internacional é Fernando Chale que, que faz escultura com papel, pintura e assemblagem através de resíduos sólidos. Fernando Chale que nasceu em Maputo, ao 29 de Agosto de 1992, e interessou-se pelas artes em 2013.

 Inscreveu-se para o curso de Artes Visuais em 2014 no Instituto Superior de Artes e Cultura (ISARC) e participou da Coleção Crescente 2017, uma exibição anual de artes visuais promovido pela Associação Cultural Kulungwana, na capital do país.

Fonte: Jornal Noticias