ARLOS MATECANE É O GRANDE VENCEDOR DO CONCURSO DE BARMAN PROMOVIDO PELO INATUR E DIAGEO MOÇAMBIQUE

CARLOS MATECANE É O GRANDE VENCEDOR DO CONCURSO DE BARMAN PROMOVIDO PELO INATUR E DIAGEO MOÇAMBIQUE
MCT

O Vice-Ministro da Cultura e Turismo, Fredson Bacar, dirigiu, na última sexta-feira (23), no Hotel Glória, em Maputo, a cerimónia de encerramento da II edição do Concurso de Barman, uma iniciativa de carácter internacional organizada em Moçambique pelo Instituto Nacional do Turismo-INATUR e a DIAGEO BAR ACADEMY.

A iniciativa faz parte de acções que visam criar competitividade no sector do turismo, tendo como foco acções de bem-servir para catapultar a área de restauração.

No total, foram 200 participantes provenientes da Cidade de Maputo e das províncias de Maputo, Gaza e Inhambane,

dentre os quais 10 chegaram à final e desses sairam os três vencedores:

Em 1⁰ lugar ficou Carlos Matecane, que levou como prémio Bar Móvel personalizado, Kit de Barman personalizado e equipamento de Barman.

Em 2⁰ lugar ficou Licínio Mungwambe, que ganhou uma viagem à Ponta do Ouro (duas noites) e kit de Barman personalizado.

O 3⁰ lugar foi para Fred Conge, que ganhou um kit de barman personalizado.

Os vencedores foram seleccionados por um Júri constituido pelo representante da DIAGEO MOÇAMBIQUE, Wilson Manqueze,

pelo Director do Hotel Cardoso, Gonsalo Ferro, em representação do Sector Privado, Ryan Duam, Instrutor de Barman Inglês,

Dygo Boy – Embaixador da Jhon Walker.

Intervindo na cerimónia, o Vice-Ministro referiu que o serviço de Barman é um fenómeno turístico que exige a atenção do sector e este tipo de concurso é necessário e produtivo para construir uma história positiva que concilie os interesses turísticos de todos, sejam turistas, clientes e servidores.

Fredson Bacar acrescentou ainda que é compromisso do sector facilitar os apoios para a realização dos diferentes tipos de turismo e as possibilidades oferecidas pela DIAGEO e outros actores envolvidos na cadeia de valor do turismo e ainda incentivar propostas de projectos transformadores alinhados com os objectivos programáticos do Governo para a área do turismo.

O representante da Diageo para Moçambique, Zimbabwe e Zâmbia, Wilson Makenze, afirmou que a competição tenciona motivar os bartendas a profissionalizar as suas actividades e que o principal objectivo é que se olhe para a actividade de Bartenda como profissão.

“Pretendemos expandir actividades de formação para todo o país, que são actividades que fazemos todos os meses com o INATUR”, acrescentou Makenze.

O Concurso de Barman é um programa de premiação e distinção de profissionais de segmento de mesa e bar com habilidades na preparação de cocktails. É uma iniciativa que visa dotar os seus participantes ou concorrentes de conhecimentos, habilidades e atitudes diferenciais na busca pela competitividade e posicionamento num mercado que cresce ano após ano e se mostra cada vez exigente e rigoroso.

Por outro lado, o concurso tenciona formar profissionais com uma visão transversal, que lhes permita compreender o serviço de Barman numa perspectiva territorial e cultural, e que possam aplicar os conhecimentos para criarem empresas responsáveis ​​que melhorem a economia do turismo.

Fonte: Ministerio de Cultura e Turismo