Trabalho infantil preocupa OTMCS

Trabalho infantil preocupa OTMCS
Fonte: Jornal Noticias

O TRABALHO infantil, cujo número de crianças envolvidas tende a ser cada vez mais crescente na cidade e noutros pontos da província de Nampula, está a preocupar a Organização dos Trabalhadores de Moçambique (OTM) Central Sindical.

 O secretário interino da organização neste ponto do país, Rodrigues Júlio, que manifestou esta preocupação, disse, sem apresentar números, que correm nos tribunais de mediação e de menores processos contra empresas que empregam menores, em violação das leis vigentes no país, incluindo a convenção da Organização Internacional do Trabalho (OIT).

Para além das queixas submetidas aos tribunais, a organização está a trabalhar com parceiros que se dedicam à erradicação do trabalho infantil, com objetivo de persuadir os empregadores de menores e as famílias para a necessidade de não contratarem crianças, sob pena de penalização ao abrigo da Lei do Trabalho.

A Omental Sindical também está envolvida na assistência aos guardas que prestam serviço em vários estabelecimentos comerciais e residências, cujos direitos são constantemente violados.

Lázaro Martins, de 12 anos de idade, dedicasse à venda de laranja na via pública e contou à nossa Reportagem que não é por sua livre vontade que palmilha, diariamente, as ruas da cidade de Nampula, mas o faz para ajudar a sua mãe, uma vez que o pai perdeu a vida.

Com o sonho de ser professor, o pequeno Martins disse gostar de estudar, mas com a situação em que se encontra, duvida que venha a concretizar o sonho. Martinho Jalal, de dez anos, pediu apoio a quem quer que seja que possa ajudar, de modo a deixar de vender na rua e frequentar a escola.

O menino abandonou a escola faz muito tempo, na sequência da morte dos seus progenitores, estando neste momento a viver com uma tia que, segundo disse, não lhe deixa estudar.

Fonte: Jornal Noticias