PONTE DESTRUÍDA PELO “GOMBE”: Retoma circulação Monapo-Liúpo

O PRIMEIRO-MINISTRO, Adriano Maleiane, testemunhou, quinta-feira, a retoma da circulação de viaturas, pessoas e bens entre os distritos de Monapo e Liúpo, em Nampula, após a reposição dos solos junto à ponte sobre o rio Ampuessi, que tinham sido arrastados pelas águas, aquando da passagem do ciclone Gombe, em Março último.

Os residentes dos dois distrito estavam sujeitos a vários riscos. A travessia no rio era feita sobre uma ponte improvisada de estacas, sem nenhuma consistência. Adriano Maleiane, que escalou o local quando se deslocava a Nacala-Porto, no âmbito da visita de trabalho que efectuou à província de Nampula, referiu-se ao sacrifício consentido pelas comunidades circunvizinhas, desde a destruição da infra-estrutura.

De acordo com o governante, a solução trouxe esperança para os residentes locais, na perspectiva de escoar, com segurança, a produção agrícola para os principais mercados.

Assegurou que o troço vai beneficiar de intervenções de vulto, quando iniciar o programa de melhoramento de estradas rurais, ocasião em que será definitivamente reconstruida a ponte sobre o rio
Ampuessi.

“Vamos intervir na ponte para vermos questões técnicas, como a altura da infra-estrutura e alargar a secção transversal, pois está estreita e complica a passagem”, disse.