Mais de 97 jovens lançados no mercado de trabalho

Mais de 97 jovens lançados no mercado de trabalho
Jornal Noticias

NOVENTA e sete jovens foram graduados ontem na cidade de Maputo como serventes de mesa, técnicos de atendimento ao cliente e vendas no âmbito do primeiro ciclo de formação em habilidades humanas, empregabilidade e ambientação profissional.

A capacitação foi levada a cabo pela Associação Muva, uma organização não-governamental que trabalha na área de empoderamento juvenil e da mulher.

A cerimónia foi dirigida pelo vereador municipal da Juventude e Cidadania, Nércio Duvane, e contou com a participação dos formandos, 64 por cento dos quais mulheres. Segundo Duvane, a instrução em habilidades para a vida visa assegurar a integração dos jovens no mercado laboral, provendo-lhes competências técnicas para terem acesso ao primeiro emprego.

 “A iniciativa permitirá o desenvolvimento do capital humano e social da juventude, sobretudo na sociedade onde estão inseridos, para contribuir de forma significativa para o crescimento económico da cidade de Maputo e no país”, afirmou.

 Os formandos afirmam que a aprendizagem abriu horizontes para enfrentarem o mercado de trabalho que não tem sido fácil para os jovens. Por sua vez, Suraia Gami, gestora do projecto, revelou que a iniciativa de criação dos cursos gratuitos surgiu em 2019 com o objetivo de beneficiar um público que tenha uma renda baixa e não consegue singrar no mercado do trabalho.

“Numa primeira fase, foram feitos testes para verificar quais as áreas com maior aceitação pelos empregadores, principalmente para os jovens que tenham concluído entre 10.ª e 12.ª classes, pelo facto de terem menor inserção devido a vários fatores socioeconómicos”, referiu.

 A formação foi financiada pela Associação Francesa de Desenvolvimento e o Alto Comissariado Britânico, em parceria com o Conselho Municipal de Maputo.

Fonte: Jornal Noticias