Envolvimento de polícias em assaltos revela lacunas no recrutamento

Envolvimento de polícias em assaltos revela lacunas no recrutamento
Fonte: VOA

Dois indivíduos foram recentemente detidos pela Policia da República de Moçambique (PRM) por assaltar três residências de um condomínio de juízes e procuradores, na cidade de Chimoio, capital da província de Manica, reacendendo o debate sobre a fragilidade da segurança dos magistrados.

O condomínio assaltado era guarnecido pela PRM e as residências foram inauguradas, há oito meses, pelo Presidente da Republica, Filipe Nyusi, que, na ocasião, disse que o formato era para dar segurança aos procuradores e juízes.

Mouzinho Manasse, porta-voz da Policia em Manica, reconheceu a negligência dos agentes ao colocar em causa a segurança dos magistrados.

Noutro caso recente, no distrito de Báruè, na mesma província, dois agentes da Policia assaltaram o seu próprio chefe da esquadra para lhe roubar dinheiro.

Para o analista Teotónio Pios, esses insólitos revelam a fraca qualidade do recrutamento na Policia e os maus salários.

Fonte: VOA