City em terreno “escorregadio”

O MANCHESTER City, líder isolado da Liga Inglesa de futebol, joga hoje, a partir das 22.45 horas, no campo do Brentford, um adversário que já travou Arsenal e Liverpool. O jogo insere-se na 20.ª jornada da Premier League, que tem amanhã mais dois jogos.
Os “citizens” atravessam um momento de forma fenomenal, tendo no domingo goleado Leicester City por 6-3, estabelecendo uma marca incrível de 17 golos nos últimos três jogos da “Premier League”.

Os comandados de Pep Guardiola somaram a nona vitória consecutiva e quererão manter essa campanha brilhante. No entanto, deverão ter cautelas redobradas perante os “Bees” , um opositor que não defrontam há 24 anos. É que a equipa da casa travou “Gunners” e “reds” no Brentford Community Stadium – enquanto o campeão europeu Chelsea só venceu por 1-0.

À entrada para esta ronda, City soma 47 pontos, enquanto o Brentford é 13.º com 20. Ainda esta noite, o Chelsea recebe o Brighton & Hove Albion, às 21.30 horas. Os “Blues” ocupam o terceiro lugar com 41 pontos e procuram regressar às vitórias após o empate caseiro com o Everton a uma bola.

“LEÕES” DIANTE
DOS ALGARVIOS
O Sporting será um espectador muito interessado no “clássico” de amanhã (Porto-Benfica) apesar de só retirar dividendos do confronto entre os dois rivais na luta pelo título se confirmar o favoritismo na recepção hoje (23.00 horas) ao Portimonense.

A equipa lisboeta, que, tal como o adversário, qualificou-se esta semana para os quartos-de-final da Taça de Portugal, venceu todos os 18 encontros em que recebeu os “algarvios” para o campeona-to, mas o Portimonense está a efectuar um percurso quase irrepreensível como visitante na I Liga.
O conjunto de Portimão venceu cinco dos sete jogos disputados fora de casa – um dos quais em pleno Estádio da Luz, por 1-0 tendo sofrido uma única derrota, registo que apenas é superado pelos três “grandes”, ainda invictos fora de portas.

O treinador Rúben Amorim tem-se debatido com algumas ausências devido a infecções com o coronavírus – Tiago Tomás e Ricardo Esgaio seguiramse aos já recuperados Coates e Paulinho tendo ainda outros jogadores a recuperar de lesão, como Porro, Feddal, Jovane Cabral e Rúben Vinagre.