MIREME MASSIFICA O USO DE GÁS DE COZINHA

MIREME MASSIFICA O USO DE GÁS DE COZINHA

Moçambique é signatário da agenda 2030 das Nações Unidas que prevê a eliminação das formas tradicionais de uso da biomassa e a adopção de energias limpas e o Acordo de Paris, sobre o fortalecimento da resposta global e ameaça climática.

Foi neste quadro que o governo, através do Ministério dos Recursos Minerais e Energia ( MIREME), concebeu em 2022 o Programa Nacional de Massificação da Utilização de Gás de Cozinha, visando expandir o uso de gás de cozinha ( GPL) as populações moçambicanas.

Assim, para a materialização deste desiderato o MIREME e parceiros, tem levado a cabo acções combinadas, nomeadamente, a construção de Unidades de Enchimento de GPL, tendo no ano passado sido inaugurado a Unidade de Enchimento de gás de cozinha em Anchilo, Província de Nampula pelo Presidente da República, prevendo-se a construção do mesmo empreendimento noutros pontos do país.

Neste sentido, com vista a levar o gás de cozinha mais próximo as famílias, o MIREME em parceria com a Petromoc e Petrogas está a incentivar uma campanha de venda de botijas de 3kg a 48kg na Província da Zambézia.

Falando no acto do lançamento da campanha a Senhora Inês Limodo, Directora dos Serviços Províncias de Infraestruturas da Província da Zambézia disse que a acção enquadra-se no Plano Quinquenal do Governo ( PQG) 2020-2024 que visa levar aquele precioso combustível as famílias moçambicanas.

Aquela governante destacou os benefícios decorrentes da utilização do GPL, entre elas, a melhoria da qualidade de vida da população, redução da poluição doméstica, poupança de energia, redução da despesa familiar.

Refira-se que a primeira fase realizada no ano passado abrangiu a zona Norte do país e a segunda fase irá abranger a zona Centro e Norte