Hospital geral vai fazer diferença

A PROCURA dos cuidados de saúde poderá passar para a história, com a conclusão das obras de construção do Hospital Geral de Nampula, defenderam os moradores do bairro, que pediram celeridade na materialização do projecto.

Aliás, disseram, ficaram mais animados quando souberam que o Primeiro-Ministro, Adriano Maleiane, assegurou que a infra-estrutura será concluída, aquando da sua recente visita de trabalho a Nampula.

Neste momento, os moradores recorrem ao Hospital Geral de Marrere ou ao centro de saúde anexo ao Hospital Psiquiátrico de Nampula, para ter cuidados de saúde primários, com todas as implicações que isso acarreta. Regina Avelino, residente da zona, está preocupada com o “atraso” que se verifica na conclusão das obras de construção do Hospital Geral de Nampula.

Contou que uma vez enfrentou sérias dificuldades de transporte, para levar a sua filha ao Hospital Geral de Marrere, e pediu ao Governo para acelerar a obra. Sitoe Culuvia, outro residente, disse também que pediu ao Governo para que acelere a construção do hospital que, segundo afirmou, irá aliviar a superlotação de pacientes que se regista em alguns centros de saúde existentes na cidade, incluindo o Hospital Central de Nampula. Manifestou, porém, esperança quanto à aproximação dos cuidados de saúde aos moradores de Nakikiri, principalmente as mulheres grávidas.