Frelimo quer contruir mercado de Chiúre

Frelimo quer construir mercado de Chiure
Jornal Noticias

A FRELIMO pretende construir um mercado no município de Chiúre, segundo anúncio feito ontem pelo respetivo secretário-geral, Roque Silva, no prosseguimento da visita de trabalho que efetuou a este distrito. O Município de Chiúre está sob gestão da Renamo que ganhou as últimas eleições autárquicas de 2018.

Roque Silva falava num comício popular que marcou o fim da visita de trabalho de quatro dias a Cabo Delgado, tendo dito que a Frelimo nunca abandonou o povo de Chiure “porque o município está a ser gerido muito mal pela Renamo”.

 Na ocasião, o secretário-geral do partido no poder enumerou várias realizações na área de abastecimento de água, expansão da rede escolar na urbe, entre outras que beneficiam à população, sendo que a falta de um mercado preocupa a sua formação política, razão pela qual pretende corrigir essa situação.

Disse que foi o governo da Frelimo, através do programa de expansão de água potável, foi construído um sistema de abastecimento que garante o acesso deste líquido precioso à vila. Referiu-se, igualmente, de projetos de renda e de autoemprego para jovens que estão a criar possibilidade de este grupo social abrir seus próprios empreendimentos, contribuindo para aumentar a renda e criar Moçambique e Índia reforçam cooperação Verónica Macamo e Subrahmnyam Jaishankar assinam as catas de reforço da cooperação Frelimo quer construir mercado em Chiúre Roque Silva diz que a Frelimo quer tirar Chiúre da gestão da Renamo mais postos de trabalho.

 “Por isso devemos trabalhar arduamente para tirar Chore da gestão da Renamo nas eleições de 11 de Outubro. Mas para tal, vocês precisam de se recensear e evitar guerrinhas internas.

Não é necessário trazer alguém de longe, entre vocês encontrem quem é capaz de levar avante o processo de desenvolvimento”, disse Silva, para quem todos têm o dever de participar no crescimento da autarquia com o seu saber e trabalho em qualquer área onde estiver enquadrado.

Em resposta, os participantes disseram que estão dispostos a trabalhar para colocar um quadro capaz de mudar a vila de Chiúre, mas recomendaram que não queriam ninguém de fora, pois existem pessoas que podem responder aos anseios dos munícipes localmente. “Temos gente capaz em Chiúre e, se assim for, iremos ganhar eleições autárquicas de Outubro”, disse Ayuba Momade, um dos jovens que interveio no comício que garantiu estarem todos dispostos a contribuir para o crescimento da vila.