Estudante raptada na Universidade Católica

U MA estudante da Faculdade de Economia e Gestão da Universidade Católica de Moçambique (UCM) foi raptada na manhã de ontem nas instalações deste estabelecimento privado de ensino superior situadas no bairro da Ponta-Gêa, na cidade da Beira. Trata-se de Safira Abubater, de 19 anos de idade, estudante do terceiro ano. O pai, Firouz Saleji, é comerciante do ramo de cimento nesta cidade.

Testemunhas relatam que tudo foi rápido, num acto protagonizado por quatro homens munidos de arma de fogo de tipo AK-47. Fazendo-se transportar numa viatura da marca Ractis, cor cinzenta, a vítima foi alvo desta incursão quando, na companhia de uma amiga, pretendia comprar lanche no intervalo.

Depois de lograr os seus intentos, os raptores empreenderam uma fuga rápida, semelhante ao que se assiste em filmes de ficção, para lugar até então incerto.

Abordado pelo nosso repórter sobre o assunto, o director do Serviço Nacional de Investigação Criminal em Sofala, Jordão Massingue, confirmou a ocorrência e garantiu que foram imediatamente lançadas as linhas operativas para o esclarecimento deste crime. Massingue lembrou que o último rapto frustrado foi registado na Beira no dia 2 de Abril, resultando em três detidos, que vão responder criminalmente.