Energias elétrica beneficia 800 habitantes de Chupanga

Energias elétrica beneficia 800 habitantes de Chupanga
Jornal Noticias

MAIS de 800 habitantes do posto administrativo de Chupanga, distrito de Marromeu, na província de Sofala, passam a beneficiar de energia elétrica, mercê da inauguração ontem pelo Presidente da República, Filipe Nyusi, da rede de abastecimento, no quadro da iniciativa governamental “Energia Para Todos”.

A meta é o acesso universal à energia elétrica até 2030 em todo território nacional. A infraestrutura, construída de raiz num valor de cerca de 94 milhões de meticais, inclui 55 quilómetros de linha de média tensão, quatro postos de transformação de energia de 100 quilovolts, cinco quilómetros de linha de baixa tensão, 120 candeeiros de iluminação pública, para além de criação de 52 postos de trabalho.

No cato inaugural o Presidente da República disse que “hoje chega a energia elétrica a Chupanga, no quadro do nosso programa “Energia Para Todos”.

 Este projeto ambicioso vai contribuir para a melhoria das condições de vida dos que aqui vivem, dos que vão visitar esta localidade e aqueles que pretendem investir em diversas áreas produtivas”. O feito, de acordo com o estadista moçambicano, representa uma mudança significativa para os residentes, crescimento social, cultural económico daquela circunscrição territorial.

Nyusi encorajou igualmente a EDM no sentido de continuar a trabalhar na busca de soluções para a eletrificação de todos os cantos do país. De acordo com o Presidente da República, a população tem agora a possibilidade de recarregar os celulares, beber água fresca, desenvolver o processamento industrial dos produtos locais, melhorar a conservação dos alimentos e iluminação no período noturno, o que vai trazer um impacto direto nas suas vidas.

 Nyusi celebrou o facto de que as sedes de 154 distritos e mais 281 postos administrativos estarem já eletrificados. “Podemos pensar em implantar uma verdadeira indústria turística aqui; hotéis, onde as pessoas podem ter água quente para o banho, ar condicionado, entre outras comodidades que só são possíveis tendo energia “, referiu.

O Chefe do Estado chamou atenção aos novos utilizadores de energia elétrica para prestarem atenção aos que vandalizam os materiais da EDM, prática que contribui para atraso na eletrificação de outros pontos do país. Entretanto, no presenteando foram eletrificados três postos administrativos e está prevista a ligação de mais 18, sendo nove pela EDM e igual número pelo Fundo Nacional de Energia.

 Para o presente ano a meta da EDM é ligar 320 mil novos consumidores Quem não escondeu a satisfação pela chegada da energia a Chupanga foram os agentes económicos emergentes e outros habitantes, que através de uma mensagem pediram que a corrente seja expandida para outras residências e regiões recônditas.

O líder comunitário do Povoado Rainha Condoe, Meneses Domingos, pediu para que mais casas sejam eletrificadas com vista a expandir ainda mais o processo, isso porque nem todos foram abrangidos.

Fonte: Jornal Noticias