CONTRATAÇÃO DE PROFESSORES ”Stella Zeca averigua supostos casos de corrupção”

Stella Zeca em conversa com funcionários do sector da Educação

DENÚNCIAS de venda de vagas supostamente protagonizadas pelo Departamento de Recursos Humanos dos Serviços Distritais de Educação, Juventude e Tecnologia da Beira, no quadro dos processos de contratação de professores que acontecem anualmente, conduziram recentemente a secretária de Estado em Sofala, Stella Zeca, a efectuar uma visita-relâmpago àquele sector.
A governante pretendia aferir a veracidade das acusações e induzir a direcção daquela instituição a desencadear uma investigação com vista a descobrir eventuais funcionários envolvidos. Falando a jornalistas no final da visita, Stella Zeca explicou ter recebido no seu gabinete queixas de cidadãos dando conta da prática continuada de corrupção no processo de contratação de docentes no geral.

“Estamos a falar de contratação de professores no geral, sendo algumas vagas do Ensino Técnico-Profissional e outras por substituição. Foi por isso que nos deslocámos até ao sector da Educação para partilharmos com os funcionários sobre as reclamações acentuadas em torno deste assunto para, em conjunto, tirarmos os nós de estrangulamento”, disse.

Clarificou que os cidadãos em causa disseram que têm sido cobrados valores monetários para passarem nos concursos públicos que são anualmente lançados pelo Estado para o efeito, acreditando ter evidências de que as pessoas estão a pagar para serem apuradas.