Recusada caução a líder do Biafra


UM tribunal nigeriano rejeitou esta quarta-feira o pedido de libertação sob caução apresentado pelo líder do grupo separatista Povo Indígena de Biafra (IPOB), no reinício dos processos judiciais contra Nnamdi Kanu, segundo a imprensa local.

O jornal “Premium Times “escreveu que a juíza Binta Nyako disse que “o pedido de fiança do arguido é prematuro neste momento, tendo violado previamente todas as condições de libertação sob fiança que lhe foram concedidas”. Kanu enfrenta uma série de acusações, incluindo terrorismo, traição e posse ilegal de armas, acusações que rejeita e pelas quais em Outubro exigiu que fossem retiradas e que fosse libertado.