Putin diz que tem uma “boa reserva” de bombas de fragmentação

Putin diz que tem uma “boa reserva” de bombas de fragmentação

O Presidente russo, Vladimir Putin, garantiu que o seu exército tem uma “boa reserva” de bombas de fragmentação, e ameaça usá-las na Ucrânia, se Kyiv utilizar esse tipo de armamento fornecido pelos Estados Unidos.

Washington anunciou no dia 07 que irá fornecer ao exército ucraniano munições de fragmentação, que são controversas porque as cargas que dispersam podem causar muitas vítimas civis colaterais.

“Na Rússia, há uma boa reserva de munições de fragmentação, de diferentes tipos”, sublinhou Putin numa entrevista ao canal da televisão pública “Rossia-1”.

“Até agora não as usámos, não precisávamos delas, embora, num determinado momento, tivéssemos uma conhecida escassez de munições”, disse Putin, citado pelo Notícias ao Minuto.

Putin recordou na entrevista que o uso de bombas de fragmentação foi descrito como um crime pela própria administração norte-americana.

Na terça-feira, o ministro da Defesa russo já tinha afirmado que “se os Estados Unidos fornecerem armas de fragmentação à Ucrânia, as forças armadas russas serão obrigadas a utilizar meios de destruição similares”.

Os soldados ucranianos já acusaram o exército russo de usar estas munições polémicas desde o início do conflito.

Segundo Putin, os Estados Unidos anunciaram a entrega dessas armas, porque têm uma escassez de munições para oferecer a Kiev.

Fonte: O Pais