Presa mulher que mutilou órgão genital do sobrinho

A MULHER que mutilou o órgão genital do sobrinho, de quatro anos, na cidade de Tete, na noite do dia 18 de Dezembro, foi detida no distrito de Gondola, em Manica, tendo sido posteriormente transferida para a província de Tete.

Em declarações à imprensa, no sábado, porta-voz do Comando Provincial da Polícia da República de Moçambique (PRM), Feliciano da Câmara, afirmou que estão, também, detidos os comparsas.
Disse, ainda, que um dos indivíduos já esteve preso por tentativa de tráfico de ór-gãos de uma pessoa com albinismo, bem como por posse de ossadas humanas.
A mulher confessou o crime e manifestou arrependimento, justificando que tinha uma dívida de mais de 60 mil meticais por pagar e com os órgãos a quadrilha iria ganhar cerca de um milhão e meio de meticais.

“Fui enganada, porque quando lhes mostrei os órgãos, não me apresentaram ao patrão que iria comprar. Depois disseram-me que não estava completo, porque faltavam olhos e nariz. Minha família já estava a ligar, acabei deitando o sexo e fugi num camião para Manica”, relatou.
Após ser detida, a mulher revelou onde deitou os órgãos que já estão na posse da PRM para efeitos de prova.