MDM critica a ausência de diálogo.

MDM criticou a ausência de dialogo

O MOVIMENTO Democrático de Moçambique (MDM), através do porta-voz da sua bancada parlamentar, Fernando Bis marque, disse que não concorda com o projeto de lei de revisão pontual da lei eleitoral porque, na sua ótica, visa viabilizar a mexida da Constituição da República a fim de inculcar outras questões como permitir mais do que dois mandatos consecutivos para o Presidente da República.

 “Julgamos que a democracia está em perigo e é importante que alertemos a comunidade moçambicana e internacional desta tentativa de alterar a ordem constitucional que pretende ser feita pela Frelimo”, declarou. Fernando Bismarque contou ainda que o seu partido ficou à espera da realização de um encontro que tinha sido agendado para sábado, dia 25 de Março, mas tal não aconteceu. Neste sentido “vamos continuar a manifestar a nossa indignação face a esses perigos”, disse.