Mais empregos para jovens

A empresa de produção de citrinos conta com 204 trabalhadores efectivos, dos quais 187 são jovens do distrito de Massingir e os restantes estrangeiros. Este número pode vir a ser incrementado nos próximos tempos para mais 800, com inclusão de trabalhadores sazonais.
Segundo os gestores, a empresa também está a fazer transferência de tecnologias e presta apoio material em semente, fertilizantes e sistema de regra para vinte agriculturas locais. Se pretende que este grupo de produtores tenha as suas machambas de citrinos, que serão vendidos para a empresa.

Já na Massingir Vally Farmy que conta actualmente, com 149 operários, espera-se aumentar também para um máximo de 800 trabalhadores quando a empresa estiver a operar em pleno. Os novos projectos agrícolas, segundo o Secretário de Estado, poderão contribuir sobre maneira para a redução da caça furtiva e exploração florestal no Parque Nacional do Limpopo, assim como vai permitir a retenção de jovens que muito cedo emigram para a vizinha África do Sul em busca de trabalhar nas fazendas.