ELEIÇÕES NA COSAFA: Angolano Artur Silva único candidato à presidência

O PRESIDENTE da Federação Angolana de Futebol (FAF), Artur de Almeida e Silva, é o único candidato à presidência do Conselho das Associações de Futebol da África Austral (COSAFA), depois da desistência do sul-africano Danny Jordaan.

O pleito, que terá lugar no dia 14 do mês corrente em Windhoek, capital namibiana, acontecerá durante a Assembleia-Geral que elegerá os novos corpos gestores deste organismo.

O vencedor da eleição irá substituir o zimbabweano Phillip Chiyangwa, que assume o cargo desde Dezembro de 2016.

Artur de Almeida e Silva e Danny Jordaan foram indicados para a Assembleia Eleitoral.

Em 2016, Pedro Neto, antecessor de Artur de Almeida e Silva na presidência da FAF, havia exercido o cargo de membroordinário da COSAFA, ao lado de Andrew Kamanga (Zâmbia), Sameer Sobha (Maurícias), Alberto Simango (Moçambique) e Walter Nyamilandu-Manda (Malawi).

Para a função de membros do Comité Executivo, candidataram-se Feizal Sidat (Moçambique), Timothy Shongwe (Eswatini), Khiba Mohonyane (Lesotho), Marshlow Motlogewa (Botswana), Anastasia Tsichlas (África do Sul), Andrianony Victorien (Madagáscar) e Walter Nyamilandu-Manda (Malawi).

De acordo com os regulamento da COSAFA, pelo menos um cargo deve ser preenchido por uma mulher no Comité Executivo. Ria Ledwabda (África do Sul), Brenda Kunda (Zâmbia) e Solondranja Mahatovo (Madagáscar), pelo menos uma destas senhoras deve ser eleita. A COSAFA é uma instituição filiada à Confederação Africana de Futebol (CAF) e organiza, anualmente, competições regionais na África Austral.

Importa lembrar que em 2017, Alberto Simango Jr., na altura presidente da FMF, foi eleito membro da Comissão

Executiva da COSAFA, tendo sido confiado actualmente o cargo de presidente da Comissão de Árbitro do órgão que superintende o futebol na África Austral.