CASO ANDERSON DO CARMO: Júri condena quatro acusados de envolvimento na morte de pastor

Após 21 horas de julgamento, o Tribunal do Júri de Niterói absolveu Carlos Ubiraci Francisco da Silva , filho afetivo de Flordelis, pela morte do pastor Anderson do Carmo. Ele respondia por homicídio triplamente qualificado, mas foi condenado por associação criminosa. Os outros três réus, Adriano dos Santos Rodrigues (filho biológico), Marcos Siqueira Costa (expolicial militar) e Andrea Santos Maia (mulher de Marcos) foram condenados por uso de documento falso duas vezes e por associação criminosa armada.