Autarquia tem um pouco de tudo

RESIDENTES locais afirmam haver uma progressão significativa na autarquia. Para estes, a cada dia Boane surpreende-os com novos empreendimentos e meios básicos para a vida em sociedade.

António Chipembele, nativo, de 34 anos, e residente no Bairro II, diz que só vê progressos, destacando a criação de novos mercados que culminaram com retirada de informais da via pública e melhoria do saneamento e transitabilidade, algo visível sobretudo após a elevação à categoria de município. “No meu bairro antes tirávamos água no rio, mas hoje temos torneiras em casa. Um dos motivos para dizer que estamos satisfeitos”, disse.

Vânia Sambo, do Bairro III, indicou que apesar de persistirem desafios, é de louvar o empenho do município na busca de soluções para a população.

“Há um novo horizonte e o futuro é promissor, hoje temos facilidades para desempenhar quaisquer actividades laborais, escolas e saneamento, apesar de persistir o desafio de recolha de resíduos sólidos em alguns bairros, algo perceptível por se tratar de um município jovem. O que falta ésobretudo emprego para a camada jovem”, disse.

Suzana Augusto e António Alberto, residentes nos bairros I e 25 de Setembro respectivamente, foram unânimes em afirmar que Boane tem tudo para crescer, devendo apostar, sobretudo, na abertura de vias de acesso.