ZAMBIA voltara a receber energia de Moçambique.

ZAMBIA voltara a receber energia de Moçambique.

A EMPRESA Zâmbia Electricity Supply Corporation (ZESCO) voltará, nos próximos dias, a receber energia elétrica da sua congénere moçambicana Eletricidade de Moçambique (EDM), com a conclusão, ontem, do pagamento da última tranche da dívida.

A Zâmbia devia cerca de 75 milhões de dólares norte-americanos à EDM relativos importação de energia em 2016e 2018 a partir de uma central elétrica flutuante atracada em Nacala, província de Nampula.

 Em Dezembro de 2018 a Eletricidade de Moçambique suspendeu o fornecimento de energia à Zâmbia. A informação foi avançada ontem, em Maputo, pelo PCA da EDM, Marcelino Alberto, no quadro da visita de cortesia do Presidente da Zâmbia, Hakainde Hichilema, à Central Termoelétrica de Maputo (CTM).

Trata-se de um empreendimento que constitui o maior investimento do Governo de Moçambique e da EDM em infraestruturas de produção de energia elétrica nos últimos 30 anos.

O mesmo produz 106megawatts (MW) de energia elétrica para alimentar a região sul do país, em particular a cidade e província de Maputo, contribuindo com cerca de 25 por cento de demanda da região.

“Nós tivemos uma situação em 2016, quando trouxemos a central flutuante de Nacala, através da qual fornecíamos energia à Zâmbia. Começou em 2016 e terminou em 2018. Infelizmente parámos por causa dos pagamentos, uma vez que na altura a Zâmbia não tinha capacidade de efetuar o pagamento e terminámos fornecimento”.

Fonte: Jornal Noticias