Redes sociais são cancro da modernidade

O PRESIDENTE do Senegal e da União Africana (UA), Macky Sall, declarou na terça-feira que “as redes sociais se tornaram um verdadeiro cancro das sociedades modernas” e apelou à sua regulamentação através de uma lei. “O país empreendeu uma reforma para integrar tudo numa lei que terá de ser aprovada para regular as redes sociais e a internet de uma forma séria”, disse Sall durante a cerimónia tradicional que coincidiu com as celebrações do Dia Mundial da Liberdade de Imprensa, 3 de Maio. Argumentou que a regulamentação das redes sociais é necessária por “razões de segurança nacional”, mas também por “respeito pela harmonia nacional” e “pela dignidade do povo”, se referindo aos insultos “gratuitos” que são feitos através deste canal “sob anonimato”.