OMS lança apelo a favor do direito ao aborto

O DIRECTOR-GERAL da Organização Mundial da Saúde (OMS) lançou ontem um apelo a favor do direito ao aborto, colocado em causa nos Estados Unidos por um projecto de acórdão do Supremo Tribunal. “Restringir o acesso ao aborto não reduz o número de procedimentos. Esta restrição leva mulheres e jovens a recorrerem a procedimentos perigosos”, alertou Tedros Adhanom Ghebreyesus na rede social Twitter, sem mencionar directamente os EUA. “O acesso a um aborto seguro pode salvar vidas”, declarou o responsável da OMS. Ghebreyesus enfatizou ontem que “as mulheres devem sempre ter o direito de escolha quando se trata dos seus corpos e da sua saúde”.