À MARGEM DOS 60 ANOS DA INDEPENDÊNCIA DA TANZANIA – Nyusi e Samia abordam situação nos dois países

O PRESIDENTE da República, Filipe Nyusi, e a homóloga tanzaniana, Samia Suluhu Hassan, abordaram em Dar-Es-Salaam, a situação nos dois países, à margem da celebração dos 60º aniversário da independência do país que ontem se assinalou.
[inline_posts box_title=”Recomendamos” align=”alignleft” textcolor=”#000000″ background=”#f2f2f2″]48, 51, 60[/inline_posts]“Sessenta anos em paz é muita coisa. É só ver o slogan ou o lema que eles adoptaram, que é ´Tanzania firme, o trabalho continua´, o que significa que estão comprometidos com o trabalho”, disse o Chefe do Esta-do moçambicano.
Nyusi disse ter aproveitado a sua presença nas celebrações da independência da Tanzania para trocar impressões com Samia Hassan sobre a situação nos dois países. Considerou que a irmandade entre as duas nações está saudável e isso pode ser explica-do pelo facto de Moçambique ter sido um dos poucos países convidados para o evento.

“Neste momento que estou a falar, há tanzanianos em Moçambique e nós também estive-mos aqui (Tanzania a apoiar) na luta contra o Idi Amin. Mas, não é só por isso. Quando há oportunidades, trocamos impressões sobre a economia e esperamos que no próximo ano, o mais cedo possível, a Presidente visite Moçambique”, afirmou.
Realce-se que as comemorações dos 60 anos da independência da Tanzania foram marcadas por momentos de festa, com a exibição de actividades culturais e demonstração da força militar do país. Destaque vai ainda para a participação do antigo Presidente moçambicano, Joaquim Chissano.

A cerimónia contou também com a presença dos presidentes Uhuru Kuenyatta, do Quénia, e Paul Kagame, do Ruanda.