Palavra de Maleiane não vale nada!

Palavra de Maleiane não vale nada!

O primeiro-ministro, Adriano Maleiane, admite que cerca de 3.000 trabalhadores do Estado ainda estão sem salários, mas garantiu que o problema é de ordem técnica e não de falta de dinheiro.

Nós, pelo menos, não acreditamos na palavra de Maleiane. Não vale nada!

Maleiane, quando despoletou o escândalo das dívidas ocultas, disse que Moçambique não tinha nenhuma dívida. Moçambicanos, agora a pergunta é para vocês: existem ou não as dívidas ocultas?

Dar ouvidos a qualquer governante da Frelimo é como pretender segurar a primavera. Ou o sol. Ou o vento.

Neguem até onde quiserem, mas a verdade é que não há dinheiro. Se há, paguem ao trabalhador. Essa coisa de problema com o sistema informático e no enquadramento dos funcionários do Estado, no âmbito da implementação da TSU é treta