Nampula prevê comercializar cinco milhões de toneladas

A PROVÍNCIA de Nampula espera comercializar, este ano, cerca de cinco milhões de toneladas de diversos produtos, volume que representa um crescimento de quatro por cento comparativamente à campanha passada, realizada em 4.7 milhões de toneladas.

Estes dados foram apresentados recentemente no distrito de Murrupula, pelo governador da província de Nampula, Manuel Rodrigues, no lançamento da campanha de comercialização agrícola 2022, sob lema “Comercialização Agrícola Dinamizando o Agronegócio e Industrialização”.

Segundo o governante, serão comercializadas na edição do presente ano 449 mil toneladas de cereais, 500 mil toneladas de leguminosas e 3.7 toneladas de tubérculos.

O distrito de Malema irá contribuir com cerca de 532 mil toneladas, seguido de Ribaué, com 531 mil toneladas e em terceiro lugar o distrito de Murrupula, com 426 mil toneladas.

À semelhança da campanha passada, serão disponibilizados cerca de 30 milhões de meticais do fundo rotativo para a comercialização agrícola, valor que será alocado aos agentes ligados à comercialização.

Os produtores deverão organizar-se em grupos ou clubes, segundo Rodrigues, para evitar casos de manipulação ou desalinhamento entre si, no que diz respeito aos preços a praticar.

Não devem vender ou se envolver na comercialização agrícola sem terem conhecimento real dos preços que são praticados na província.

Mauel Rodrigues apelou ainda aos produtores para que estejam activamente no combate à viciação de balanças, entre outras irregularidades.

Advertiu aos compradores que não se envolvam em trocas desleais e que sejam igualmente vigilantes contra a viciação das balanças e outras medidas aprovadas entre as partes no processo. Na ocasião, foram premiados alguns intervenientes da cadeia de comercialização agrícola.