Ainda não há datas para o encerramento da lixeira de Hulene

Ainda não há datas para o encerramento da lixeira de Hulene

As obras do aterro sanitário da Katembe não mais irão arrancar este ano, como tinha prometido a edilidade da Cidade de Maputo. As obras só iniciam em 2024. Enquanto isso, ainda não há data para o encerramento definitivo da lixeira de Hulene.

O encerramento da lixeira de Hulene, na Cidade de Maputo, continua refém da construção de um aterro sanitário no distrito municipal Katembe, depois de sucessivas promessas desde 2018.

Entretanto, ainda não há datas previstas.

“O encerramento definitivo da lixeira está condicionado. Quando tivermos o projecto executivo do aterro e a possibilidade clara da contratação do empreiteiro aí poderemos ter um calendário claro que nos permita dizer o ano e o mês em que iremos encerrar”, disse Silva Magaia,

O vereador explicou que as obras de construção do aterro sanitário da Katembe, inicialmente previstas para 2023, só poderão arrancar no próximo ano. Para já, existe apenas o espaço identificado.

“Estamos com a expectativa de que as obras do aterro arranquem em 2024 e a sua conclusão depende também do que será o projecto executivo e só assim nos comprometemos em avançar a data”.

Encerrada, a lixeira de Hulene servirá de estação de transição de lixo, segundo explicou o presidente do Conselho Municipal da Cidade de Maputo, Eneas Comiche.

“Iremos depositar resíduos sólidos na Katembe depois de terem passado por um processo de separação, porque alguns destes são recicláveis”.

Os pronunciamentos foram feitos esta sexta-feira, à margem de um seminário para partilha de experiências sobre gestão de resíduos sólidos.

Fonte: O Pais